Conselho da Europa lança campanha contra o discurso de ódio online

487767_123012447886334_700251423_n

No passado dia 22 de Março, o Conselho da Europa lançou a campanha NO HATE SPEECH, que pretende sensibilizar as/os cidadãs/ãos europeias/eus, sobretudo jovens entre os 13 e os 30 anos, para a crescente difusão de discurso de ódio online, particularmente através das redes sociais e outros sites de conteúdo criado pelas/os utilizadoras/es. A campanha decorrerá até Abril do próximo ano e contará com um conjunto de actividades online e também offline.

O Conselho da Europa é uma organização paneuropeia que reúne 47 países, fundada a 5 de Maio de 1949, e que tem como principal objectivo a defesa dos Direitos Humanos, do pluralismo democrático e da vigência do estado de direito. A decisão de lançar esta camapnha surge, pois, da ideia de que sites de acesso público constituem espaço público, e de que portanto também aqui devem vigorar o respeito pelos Direitos Humanos e uma cultura que fomente valores de tolerância e integração.

A camapanha NO HATE SPEECH terá como palataforma o site NO HATE SPEECH MOVEMENT, onde jovens europeus/eias poderão carregar vídeos e fotografias com os seus testemunhos de apoio ao movimento a partir do Youtube, Vimeo, Flickr e Instagram. Esta plataforma integra também o site HATE SPEECH WATCH, que servirá de base de dados online, onde se recolherá informaçao colocada  pelos utilizadores sobre conteúdos de ódio encontrados na net e se debaterão estratégias de acção relativas a esses mesmos conteúdos. O site será assegurado por jovens moderadoras/es voluntárias/os.

Na sua dimensão offline, a campanha compreende também um conjunto de formações com várias/os jovens activistas europeias/eus. Em novembro o Conselho da Europa organizou uma formação sobre discurso de ódio com cerca de 60 participantes, na qual a REDE esteve presente. Em Abril, entre os dias 6 e 17, terão lugar duas formações nas quais a REDE estará também representada: TC for Bloggers & Actvists, que pretende desenvolver estratégias de divulgação da campanha, e TC for online moderators, que treinará as/os voluntárias/os que farão a manutenção dos espaços online da campanha. Estão previstos também, nos próximos meses, seminários e dias de acção.

Se é verdade que a campanha tem uma dimensão europeia, o Conselho da Europa compreende a necessidade de a adaptar ao caso específico de cada país, razão pela qual se prevê a realização, em cada país, de campanhas nacionais. A REDE pretende juntar-se e desenvolver um projecto de âmbito nacional, do qual daremos notícias brevemente.

Por fim, a campanha prevê ainda um conjunto de ferramentas educativas online, nomeadamente um curso online sobre discurso de ódio e um Tool-Kit que capacite as/os jovens activistas para lidarem com discurso de ódio online e para lançarem campanhas eficazes através da internet.

Com uma presença cada vez mais predominante nas nossas vidas, a internet é um espaço de criação e partilha livre de conteúdos mas é também um espaço onde a falta de monitorização pode levar a situações de abuso e violação de Direitos Humanos. A divulgação nas redes sociais e outros sites de conteúdos misóginos podem levar à naturalização desse tipo discurso. Por este motivo é importante apoiarmos e envolvermo-nos nesta campanha, mobilizando-nos para que a internet seja um espaço seguro para todas/os. No online hate speech!

(originalmente publicado no site da REDE a 01-04-2012)

Anúncios